RESULTADO DE BUSCA
MANIFESTAÇÕES AGRESSIVAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL A PARTIR DA TEORIA WINNICOTTIANA: COMPREENDENDO A TEORIA E A PRÁTICA
Autor Principal: Viviane Barrozo Manfré        Co-autores: Andreia Cristiane Silva Wiezzel
Resumo: Este trabalho surgiu a partir das vivências oportunizadas pelo projeto PROEXT, intitulado “Interações sociais na escola: estudo e intervenção com crianças consideradas agressivas e tímidas”, tendo em vista que uma das principais queixas de educadores que atuam na educação infantil é a manifestação excessiva de agressividade pelas crianças, o que pode interferir na aprendizagem e desenvolvimento social. O objetivo geral desta pesquisa consistiu em compreender as manifestações agressivas na educação infantil a partir dos pressupostos da teoria winnicottiana e realizar intervenção lúdica com uma criança de educação infantil que apresenta manifestações agressivas. O método utilizado foi a pesquisa qualitativa do tipo estudo de caso, tendo em contribuição a psicanálise, em especial o referencial teórico de Winnicott. Os dados apresentados são parciais, pois os encontros lúdicos encontram-se em andamento. Por motivos éticos, a criança participante recebeu o nome fictício de Gabriel. No decorrer desse artigo, foram apresentadas algumas considerações acerca das manifestações agressivas, bem como alguns fatores que contribuem para o surgimento dessas ou, então, a intensificação das mesmas. Verificou-se que o brincar é um aspecto inerente à vida das crianças e se apresenta como uma forma de comunicar sentimentos e conflitos, elucidando aspectos do desenvolvimento emocional infantil. ,
Palavras-chave: Manifestações agressivas. Criança. Winnicott.
Modalidade: Pesquisa em Andamento Eixo: Eixo 8 - Educação, Desenvolvimento e Aprendizagem

Estatísticas:
6
acessos
5
downloads
0
citações

Ações:
Download

BibTex

Compartilhar



FALE CONOSCO