RESULTADO DE BUSCA
LÍNGUA ITALIANA ENSINADA A IDOSOS DA UAMI
Autor Principal: Fábio Henrique de Carvalho Bertonha
Resumo: Este artigo visa relatar a experiência de seu autor ao ministrar a língua italiana para estudantes da terceira idade. Sabe-se que o envelhecimento é um processo natural na vida humana, porém, há uma tendência à exclusão dos idosos. Diante dessa questão, algumas instituições educacionais passaram a oferecer cursos voltados para esse público a fim de reinserir a população idosa na sociedade a qual faz parte. Em Barretos, o UNIFEB é uma universidade que oferece cursos de línguas estrangeiras para esses estudantes mais velhos. Neste artigo, há o relato do autor que ministra língua italiana para alunos idosos do projeto de extensão chamado UAMI. Objetiva-se compartilhar as atividades experienciadas, algumas características específicas, expectativas e interesses desse grupo consoante a estudos contemporâneos. Baseando-se em Biderman (1984), Pereira (2005), Bagno e Rangel (2006), Welker (2006), Roque e Sabino (2008), Moreira (2009) e Zavaglia (2010), foram elaboradas atividades que utilizaram dicionários, tanto em língua portuguesa quanto em língua italiana, a fim de que houvesse um avanço no processo de ensino e aprendizagem por parte desses alunos supramencionados. A partir da utilização de obras dicionarísticas em sala de aula, sob uma perspectiva de aprendizado colaborativo e interativo, os alunos idosos passaram a ter um novo olhar, não apenas para a língua estrangeira estudada (italiano), mas também para sua língua materna (português).,
Palavras-chave: Ensino. Língua italiana. Idoso.
Modalidade: Pesquisa em Andamento Eixo: Eixo 5 - Políticas e Práticas no Ensino Superior

Estatísticas:
5
acessos
4
downloads
0
citações

Ações:
Download

BibTex

Compartilhar



FALE CONOSCO