RESULTADO DE BUSCA
UTILIZAÇÃO DE ESPAÇOS NÃO-FORMAIS PARA O ENSINO DE BOTÂNICA COM ALUNOS DO ENSINO FUNDAMENTAL I
Autor Principal: Laila Maria Ferreira da Silva        Co-autores: Karina Luiz de Sousa- Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Laisa Pereira Amorim , Job Antônio Garcia Ribeiro
Resumo: O ensino de botânica dentro das escolas ainda é pouco explorado e frequentemente não desperta o interesse dos alunos, isso ocorre não somente dentro do ambiente escolar, mas no nosso dia a dia, muitas vezes não percebemos as plantas no ambiente, não damos importância para esses seres vivos e valorizamos mais os animais. Partindo desse princípio o objetivo desse trabalho é relatar e analisar uma das estratégias utilizada no Projeto de Extensão Nossa Flora , da Universidade Federal do Triângulo Mineiro, campus Iturama, que buscou ampliar a visão dos alunos em relação às plantas, utilizando um espaço não formal. Para a análise de dados foi aplicado um questionário prévio antes da visita e pós-visita à praça central. Ao chegarmos no local apresentamos aos alunos as diferentes espécies arbóreas ali encontradas e como elas se diferenciavam quanto às características morfológicas. Os resultados encontrados indicaram que os alunos citaram mais espécies de árvores antes da visita e, após a atividade este número foi menor, pois se apropriaram de conceitos botânicos que os permitiram identificar de forma mais criteriosa as espécies. Observou-se também que a atividade fora do ambiente escolar foi de aceite positivo por parte dos alunos, contribuindo para conhecimento de fenômenos e seres vivos que antes não eram percebidos.,
Palavras-chave: Botânica. Ensino-aprendizagem. Educação formal fora da sala de aula.
Modalidade: Pesquisa em Andamento Eixo: Eixo 8 - Educação, Desenvolvimento e Aprendizagem

Estatísticas:
10
acessos
9
downloads
0
citações

Ações:
Download

BibTex

Compartilhar



FALE CONOSCO