RESULTADO DE BUSCA
O DEVIR PROFESSOR: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA NO CURSINHO 1ª OPÇÃO DA UNESP/ASSIS
Autor Principal: Igor Gonçalves de Matos
Resumo: No presente trabalho apresento um relato de experiência como professor de Produção Textual do projeto de extensão Cursinho Primeira Opção da Unesp, campus Assis, durante o ano de 2018. Tendo como base a noção de que devemos seguir as pistas do que é ser-professor , buscando irmos além de suas concepções hegemônicas e identitárias já consolidadas e nos permitirmos inventar, experimentar outros modos de existência e ação enquanto devir-professor (VAZ, 2012.) proponho utilizar o método da cartografia, desenvolvido por Passos, Kastrup e Escóssia (2015) para traçar as linhas e os rizomas que essa experiência proporcionou, através de discussões teóricas e de vivências cotidianas que foram registradas em diários de campo. Vivências cotidianas entendidas como experiências, como nos aponta Bondia (2001), a experiência é algo que nos passa, quando algo nos acontece, objetivando assim contribuir para as discussões sobre a formação de professores. Para isso, faremos uso de conceitos diversos, tais como o conceito de devir (DELEUZE, 1987), as noções de experiência e saber da experiência (LARROSA, 2001) e o conceito de professor-militante, proposto por Gallo (2008). Nesse sentido, podemos apontar que o ser humano em formação, o aluno que busca se tornar professor, é constituído de subjetividade, sendo um ser múltiplo e não está separado de nenhuma de suas vivências, sejam domiciliares, afetivas ou existenciais e que a prática enquanto docente pode ser experienciada em devir.,
Palavras-chave: Devir. Professor. Experiência.
Modalidade: Pesquisa em Andamento Eixo: Eixo 10 - Formação Docente Inicial e Continuada

Estatísticas:
14
acessos
9
downloads
0
citações

Ações:
Download

BibTex

Compartilhar



FALE CONOSCO