RESULTADO DE BUSCA
TERAPIA COGNITIVO COMPORTAMENTAL: O ENSINO DE HABILIDADES PARA PROMOçãO DE BEM-ESTAR COGNITIVO E EMOCIONAL
Autor Principal: Eduardo Becker Machado        Co-autores: Regina de Cássia Rondina
Resumo: A Terapia Cognitivo Comportamental (TCC) é um Tratamento Baseado em Evidências na área de saúde mental, norteada por princípios, estruturada, com eficácia comprovada no tratamento de transtornos mentais e de humor catalogados em sistemas oficiais de diagnóstico. O conceito base dessa abordagem é de que nossos pensamentos são responsáveis pelo desencadeamento de nossas emoções e que é possível acessar tais pensamentos e modificá-los. Esta tarefa é realizada através de um processo terapêutico colaborativo entre terapeuta e paciente, para que este possa aprender a promover seu próprio bem-estar cognitivo e emocional. Para que isto seja realizado o terapeuta conta com uma ampla variedade de intervenções que englobam teoria, evidência e prática, bem como treinamento específico para desenvolvimento de habilidades e competências, que partem de uma formulação dos problemas apresentados. O propósito principal deste trabalho é descrever e qualificar os aspectos que tornam possível a colaboração entre terapeuta e paciente no decorrer do processo clínico terapêutico em TCC, detectando os efeitos resultantes da prática colaborativa no tratamento, incluindo os aprendizados do paciente aos modelos da TCC para aplicação pessoal. A pesquisa foi realizada através de levantamento bibliográfico acerca do tema, em conjunto ao acervo referencial de obras básicas dos programas de treinamento em TCC. É possível a integração da teoria e prática cognitivo comportamental pelo paciente em seu cotidiano e a promoção de seu bem-estar, possibilitando que o paciente atue como co-terapeuta ao longo da terapia. O processo de colaboratividade se desenrola à medida que o terapeuta coleta dados, formula o problema, apresenta esta formulação hipotética ao paciente acompanhado de um plano de tratamento e, juntos, buscam atingir as metas de terapia traçadas pelo paciente, tornando-se um tratamento personalizado e integrado, ou seja, ambos atuam juntos para atingirem um interesse terapêutico em comum. A TCC também conta com diversos materiais de suporte que podem ser disponibilizados ao paciente para aplicação e desenvolvimento do aprendizado realizado em terapia. O terapeuta também pode utilizar escalas de avaliação e o uso de feedback para coletar dados mais precisos da aplicação de suas habilidades como clínico, o que contribui para o desenvolvimento contínuo e aprendizagem deliberada. O modelo de trabalho colaborativo da TCC exclui o aspecto de intervenção e condução parcial, ou seja, não é uma terapia unilateral, mas desenvolvida em conjunto entre terapeuta e paciente com intervenções realizadas englobando planejamento, implementação, avaliação e terminação. O engajamento estabilizado pela união entre terapeuta e paciente estimula aprendizado para as duas partes, desenvolvendo habilidades e competências do terapeuta, delineando o foco e eficácia no tratamento, ganhos terapêuticos e autonomia ao paciente.,
Palavras-chave: Terapia Cognitivo Comportamental; Formulação; Colaboratividade
Modalidade: Pesquisa em Andamento Eixo: Eixo 5 - Políticas e Práticas no Ensino Superior

Estatísticas:
9
acessos
8
downloads
0
citações

Ações:
Download

BibTex

Compartilhar



FALE CONOSCO