RESULTADO DE BUSCA
O BRINCAR DA CRIANçA COM DEFICIêNCIA INTELECTUAL NA EDUCAçãO INFANTIL: IMPLICAçõES DOS CONTEXTOS DO PARQUE
Autor Principal: Thalita Amorim
Resumo: O brincar é essencial para a formação humana, pois é através do brincar e das integrações sensoriais, culturais e relacionais com o outro e com o objeto, que o indivíduo irá se desenvolver como sujeito de forma ampla, em seus aspectos humanos, sociais, emocionais, sociais e cognitivos (BROUGÈRE, 2001; KISHIMOTO, 1997; VYGOTSKY, 1997). O tema escolhido se deve ao fato de termos um espaço muito importante para a avaliação, desenvolvimento integral e recreação lúdica das crianças na educação infantil, que é o playground ou também chamado parque (LAUFER, 2001; ROCHA, 2018). O objetivo do presente estudo foi categorizar os tipos de brinquedos existentes nesse ambiente e analisar como eles influenciam na dinâmica do brincar da criança com deficiência intelectual, em sua autonomia, interações com seus pares e em sua motricidade através da abordagem metodológica da etologia (LORENZ, 1995; MAKIDA-DYONISIO E GIMENEZ, 2018) e das anotações em campo, em um diário de bordo. Os achados da investigação, parte de uma pesquisa de mestrado, tem revelado que indicadores de acessibilidade dos parques infantis (ABNT,1999; ABNT2004; HARADA, 2003, ROCHA 2018); por si só, não garantem a inclusão dos estudantes público-alvo da educação especial, sendo necessárias algumas estratégias pedagógicas, além de uma ambiente de aprendizagem favorecedor das aprendizagens, que favoreçam a inclusão de todas as crianças. ,
Palavras-chave: Parques. Deficiência Intelectual. Educação Infantil
Modalidade: Pesquisa em Andamento Eixo: Eixo 6 - Políticas e Práticas na Educação Especial

Estatísticas:
7
acessos
3
downloads
0
citações

Ações:
Download

BibTex

Compartilhar



FALE CONOSCO