RESULTADO DE BUSCA
VIOLÊNCIAS VERBAIS: A IMPOSIÇÃO DO FALAR E DO CALAR EM SALA DE AULA
Autor Principal: Jéssica Veloso Morito
Resumo: A violência no âmbito escolar - seja aquela em que o aluno é vítima ou protagonista - culmina em uma problemática que provoca perplexidade e preocupação no meio educacional; no caso da violência verbal, foco desse objeto de pesquisa, é perceptível a constância da intencionalidade da agressão, como: palavreados difamatórios, ofensas pessoais, desacato, humilhações, impedimento da expressão, coação, gritar e o mandar se silenciar bruscamente; assim, nessa perspectiva, se buscou compreender as relações entre docente e discente, abarcando os estudos metodológicos de Gómez e Sacristán (1998), através das reflexões nas relações entre os sujeitos dentro da unidade escolar. Seguindo, o pressuposto metodológico é a análise do discurso dos estudantes de uma escola de ensino integral do Ensino Fundamental - ciclo II; sendo vinculada à uma pesquisa de intervenção junto a um projeto de extensão, intitulada Violências e as perspectivas de estudantes do ensino fundamental dos anos finais e ensino médio: experimentações audiovisuais nas escolas , buscando por intermédio de exercícios temáticos, ouvi-los e compreender a relação que se instaurava como dominante nas abordagens da sala de aula. Por fim, concluímos parcialmente que o ambiente educacional se transforma em um espaço propício para o sofrimento e reprodução de situações violentas quando é enfatizada a falta de espaço para diálogo.,
Palavras-chave: Violência verbal. Professor. Aluno.
Modalidade: Pesquisa em Andamento Eixo: Eixo 8 - Educação, Desenvolvimento e Aprendizagem

Estatísticas:
16
acessos
9
downloads
0
citações

Ações:
Download

BibTex

Compartilhar



FALE CONOSCO