RESULTADO DE BUSCA
ESCOLA DE TEMPO INTEGRAL E ESCOLA DE TEMPO PARCIAL: UM ESTUDO SOBRE ABORDAGEM À APRENDIZAGEM
Autor Principal: CARLA REGINA GONÇALVES DE SOUZA        Co-autores: Prof. Dra. Jussara Cristina Barboza Tortella
Resumo: Trata-se de uma pesquisa de doutorado em andamento, de caráter descritiva, relacional e comparativa que tem por objetivo geral investigar e comparar como os alunos, que frequentam escolas com propostas de educação em tempo integral e em tempo parcial, abordam à aprendizagem Assim, esse trabalho se propõe relacionar a aprendizagem do aluno e o contexto da aprendizagem, a fim de verificar como o aluno aborda a aprendizagem (MARTON; SÄLJÖ, 1976; ENTWISTLE, 1991, 1997; BIGGS, 1979). Compreende-se a escola de educação integral em tempo integral como uma nova possibilidade de reorganização dos tempos e espaços para aprender, desmistificando o conceito de ampliação apenas do tempo (GONÇALVES, 2006; PARO, 2009; CAVALIERE, 2007, 2010; MOLL, 2009). Assim, a pesquisa tem o intuito de responder se a educação em tempo integral pode potencializar a aprendizagem dos alunos. Para a produção dos materiais empíricos utilizaram-se: análise documental; aplicação de três inventários para os alunos do 3º ciclo do Ensino Fundamental; observações em sala de aula e entrevistas com alunos, professores e equipes gestoras. A análise dos dados foi realizada a partir da análise de conteúdo de Bardin (2011) e através do tratamento estatístico SPSS. Dados parciais dos resultados indicaram aproximações de como os alunos abordam à aprendizagem. Acredita-se que, após análises dos demais instrumentos, os alunos da escola de tempo integral possam apresentar abordagens mais profundas em relação à aprendizagem.,
Palavras-chave: educação integral. abordagem à aprendizagem. aprendizagem.
Modalidade: Pesquisa em Andamento Eixo: Eixo 2 - Políticas e Práticas no Ensino Fundamental

Estatísticas:
6
acessos
5
downloads
0
citações

Ações:
Download

BibTex

Compartilhar



FALE CONOSCO