RESULTADO DE BUSCA
COMO PAIS LIDAM FRENTE À NECESSIDADE DE ORIENTAÇÃO SOBRE SEXUALIDADE NAS ESCOLAS
Autor Principal: Aline Patrícia de Souza        Co-autores: Débora Raquel da Costa Milani
Resumo: Considerando o caráter repressor da sociedade atual, temos presenciado recentemente um retrocesso diante das questões que envolvem a sexualidade. Por esta razão, o preconceito nubla os valores morais que, no intuito de preservar princípios, acabam por reforçar tabus sociais, contribuindo para a dificuldade de desenvolver um trabalho de orientação e educação sexual. Neste contexto encontra-se a família que, por sua vez, experimenta o cálice da dúvida: falar ou não falar sobre sexualidade com meu/minha filho/a? Permitir ou inibir que este trabalho seja realizado na escola? Tais indagações nos apontam a incompreensão da temática exibida nas interpretações errôneas e preconceituosas de determinado grupo social. Este trabalho teve início com base na pesquisa bibliográfica, trazendo nomes como Werebe e Egypto junto a informações dos parâmetros curriculares nacionais. Por fim, sustenta-se que a partir do momento em que a família compreende a importância da orientação sexual de forma natural a criança e o adolescente, sentem-se mais seguros para compartilhar seus anseios em ambiente mais seguro, evitando a busca de informações provindas de meios não confiáveis.,
Palavras-chave: educação; sexualidade; família.
Modalidade: Pesquisa em Andamento Eixo: Eixo 9 - Educação, Interculturalidade e Movimentos Sociais

Estatísticas:
10
acessos
6
downloads
0
citações

Ações:
Download

BibTex

Compartilhar



FALE CONOSCO