RESULTADO DE BUSCA
COMPETITIVIDADE, HABILIDADES E BNCC: QUAL A RELAçãO?
Autor Principal: Ademir Henrique Manfré
Resumo: Esta comunicação submetida ao VII Congresso Brasileiro de Educação trata da temática Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e escolarização. É fruto de reflexões e problematizações provenientes da disciplina de Currículo e Escola por mim ministrada junto aos cursos de Licenciatura de uma Universidade do Estado de São Paulo, bem como de pesquisas e estudos científicos. Pretende-se refletir criticamente sobre as influências que a BNCC traz às políticas de formação na contemporaneidade. Pauta-se em um suporte bibliográfico educacional específico, além de discussões teóricas desenvolvidas por Theodor Adorno em seus ensaios filosófico-educacionais sobre o conceito de (semi) formação (Halbbildung) e Educação. Parte do seguinte questionamento: qual concepção de formação está presente no documento da BNCC? A análise proposta concluiu que a BNCC poderá transformar a estrutura curricular brasileira não pelo caminho da formação cultural, mas pelos interesses mercadológicos baseados em aspectos como competitividade, produtividade e empreendedorismo, reduzindo as possibilidades de crítica. Assim, a crítica adorniana à sociedade performática emerge como um referencial teórico que contempla a possibilidade de desenvolver em bases diferentes a análise do processo social em que se insere a educação escolar e seus vínculos com a semiformação. Daí a importância da crítica do presente, pensando sobre a relação entre educação e formação aligeirada presente nas políticas educacionais atuais.,
Palavras-chave: Currículo. Educação. Formação
Modalidade: Comunicação Científica Eixo: Eixo 2 - Políticas e Práticas no Ensino Fundamental

Estatísticas:
12
acessos
7
downloads
0
citações

Ações:
Download

BibTex

Compartilhar



FALE CONOSCO