RESULTADO DE BUSCA
SAMBA, HISTÓRIA E EDUCAÇÃO: RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS, TRADIÇÃO ORAL E CONTRIBUIÇÕES DE MEMÓRIAS DE VELHOS
Autor Principal: Maria Caroline Lima de Souza
Resumo: Este trabalho buscou elucidar a importância da narrativa de velhos e velhas para a construção de uma história negra de forma a contribuir para o ensino de história. Recorremos ao samba pois é um estilo musical fortemente ligado a raiz história desta população, utilizando a música como uma fonte disparadora de memória. Ao ensinarmos História, podemos estabelecer com nossos educandos uma relação dialógica entre o passado e presente, seja através da oralidade, de objetos antigos, músicas, filmes, entre outras referências históricas, e suas experiências concretas de seu atual contexto, proporcionado assim uma maior compreensão do todo e não de partes isoladas e que por vezes dificultam a aprendizagem do educando. O Samba, esse ritmo amplamente aqui discutido, tem em sua história muito da oralidade, pois foi passada de geração em geração, desde os batuques que viram da África, até chegarem aqui no interior do Estado de São Paulo, por meio dos escravizados trazidos da região Norte de nosso país, e em suas lembranças os sons que mais tarde dariam origem ao Samba paulista. Além disso, ele possui mais de 100 anos, sendo um gênero musical que faz parte da história da população brasileira. Foi levando em conta essas informações, utilizamos o Samba como um elemento disparador de memória de velhos, ouvindo seus relatos acerca de sua juventude, e de suas experiências com esse ritmo. ,
Palavras-chave: samba. história. memória de velhos.
Modalidade: Comunicação Científica Eixo: Eixo 9 - Educação, Interculturalidade e Movimentos Sociais

Estatísticas:
6
acessos
4
downloads
0
citações

Ações:
Download

BibTex

Compartilhar



FALE CONOSCO